Cuidados com idosos: importância da automação nas instituições de saúde

A rotina de cuidados com idosos nas instituições de saúde pressupõe a adoção de uma série de procedimentos e medidas para atenuar riscos, oferecer maior conforto e promover a qualidade de vida. Nesses ambientes, a automação é uma aliada que promove melhores condições de atendimento a esse público.

O uso da automação em clínicas, consultórios, laboratórios, casas de repouso e hospitais amplia as condições de acessibilidade e autonomia. Esses dois pontos estão vinculados à segurança e ao bem-estar das pessoas idosas. É possível incorporar a tecnologia em diferentes equipamentos e recursos de uso cotidiano. Neste artigo, vamos destacar a importância e os benefícios da automação para aprimorar os cuidados com os idosos. Confira!

Benefícios da automação nos cuidados com idosos

Nas instituições de saúde que atendem idosos, os recursos tecnológicos baseados em automação costumam trazer praticidade na realização de atividades cotidianas. Veja quais são os benefícios principais!

  • Mobilidade: quando aplicada a portas, elevadores e escadas rolantes, a automação favorece a mobilidade dos idosos, sobretudo dos que têm habilidades motoras reduzidas.
  • Assepsia: em geral, a automação está associada à higiene e assepsia, pois, normalmente, dispensa o contato com superfícies, como torneiras e portas automáticas.
  • Segurança: equipamentos automatizados costumam funcionar por meio de sensores e considerar mecanismos de funcionamento específicos. Esses sistemas tendem a ser mais seguros do que suas versões manuais, sujeitas a riscos e falhas humanas.
  • Autonomia: também é possível relacionar as ferramentas automatizadas à maior autonomia conferida aos idosos, pois essa tecnologia diminui a dificuldade enfrentada na execução de determinadas tarefas.
  • Conforto e praticidade: ao reduzir barreiras que os idosos enfrentariam para realizar tarefas, a automação traz mais conforto e praticidade para o cotidiano dessas pessoas.
  • Eficiência: equipamentos automatizados, que funcionam de acordo com sensores e programações específicas, são mais eficientes, pois são acionados apenas durante o uso, evitando, dessa forma, qualquer tipo de desperdício.

Os benefícios da automação, portanto, são abrangentes e podem favorecer o bem-estar dos idosos nas instituições de saúde. Mas, na prática, quais equipamentos ou recursos podem ser automatizados para garantir essas vantagens? Diante do acelerado avanço da tecnologia, as possibilidades de uso da automação crescem a cada dia. Na sequência, destacamos as aplicações mais alinhadas aos cuidados com idosos.

Portas automáticas

No atendimento aos idosos, a acessibilidade é um ponto fundamental, pois esse é um público que, muitas vezes, enfrenta dificuldades de locomoção. É comum que necessitem de andadores, cadeiras de rodas, apoio de um acompanhante ou, dependendo do caso, macas. As portas automáticas facilitam a circulação, conferindo maior autonomia a essas pessoas, reduzindo riscos e contribuindo para o trabalho de cuidadores e acompanhantes.

Além de favorecer a acessibilidade, as portas automáticas reduzem riscos de contaminação, por dispensarem o contato com a superfície. Também são equipamentos com maior eficiência energética, que preservam as condições térmicas e acústicas do ambiente, pois as portas permanecem abertas apenas durante o uso.

Iluminação

O projeto de iluminação também pode prever a automatização de luzes posicionadas em espaços estratégicos. Esse é um cuidado que reduz riscos de acidentes e, também, aumenta a eficiência energética do local devido ao acionamento automatizado. A iluminação à base de sensores pode ser instalada nos quartos, em corredores e em áreas comuns para melhorar a visibilidade e a segurança dos idosos durante a noite.

Torneiras

Sensores automatizados também podem estar presentes nas torneiras e em outros equipamentos instalados no banheiro. O principal objetivo, nesse caso, é mitigar o risco de contaminação decorrente do toque em superfícies. Além disso, há o benefício da eficiência no consumo de água.

Portas automáticas, iluminação e torneiras são alguns exemplos práticos do uso da automação no dia a dia das instituições de saúde que atuam nos cuidados com idosos. É possível desenvolver projetos mais sofisticados e integrados, centralizando os controles dos sistemas automatizados, adotando mecanismos de controle de acesso, entre outros pontos.

O importante é avaliar as necessidades de cada ambiente em relação ao público atendido. Compreender de que forma o espaço é utilizado, quais são os riscos associados e de que maneira a automação pode ser incluída no projeto é indispensável para identificar as melhores soluções tecnológicas que favorecem os cuidados com idosos.

Em relação às portas automáticas, o ideal é customizar o projeto para incorporar soluções mais alinhadas às demandas do local e considerando as melhores práticas nos cuidados com idosos. Por isso, conte com a experiência e qualidade da VipDoor. Entre em contato com nossa equipe e faça o seu orçamento.

Leave a Reply

Your email address will not be published.