Deslizante ou pivotante: como escolher o melhor modelo de porta automática?

A porta automática é um equipamento funcional e que representa muito bem a junção entre design e tecnologia. Justamente por isso, existem diferentes modelos de portas que podem ser considerados em um projeto. Entre os formatos mais comuns estão as portas automáticas deslizantes e pivotantes. 

Cada modelo tem suas particularidades e a escolha nem sempre se baseia apenas em critérios estéticos. O padrão de movimentação das portas deslizantes e pivotantes é distinto, atendendo diferentes necessidades do projeto. Portanto, além do design e da afinidade com o projeto arquitetônico do ambiente, é preciso considerar outros pontos, como as dimensões do local em que a porta será instalada, por exemplo.

Neste artigo, vamos detalhar as características de cada um desses modelos, destacando as principais condições que influenciam na escolha do formato. Confira!   

Portas pivotantes

As portas automáticas pivotantes são equipamentos que funcionam de forma automatizada e regulada por sensores e motores integrados a um sistema central. Sua abertura e fechamento ocorrem a partir de um eixo principal. Geralmente, esse eixo está localizado na lateral esquerda da porta, porém, existem modelos pivotantes com o eixo instalado no centro do equipamento. 

Em todos os casos, o movimento de abertura e fechamento está vinculado ao eixo da porta pivotante. A partir desse ponto, a porta gira em um sentido ou em outro, para abrir ou fechar o vão. Normalmente, o modelo pivotante é utilizado em projetos que pressupõem apenas uma folha de porta. Veja, no vídeo abaixo, o funcionamento de uma porta pivotante instalada na entrada de um imóvel.

Mas essa não é a única possibilidade de uso das portas pivotantes. A instalação de um conjunto de portas pivotantes automáticas que se movimentam de forma sincronizada também é viável e gera um resultado singular para o projeto. 

No vídeo abaixo, apresentamos um conjunto de seis portas pivotantes que se movimentam de forma alinhada. Nesse projeto corporativo, foram instalados dois motores, sendo um para movimentar as duas portas laterais, e outro para movimentar as quatro folhas centrais. Dessa forma, os usuários têm a possibilidade de utilizar as portas laterais no dia a dia, sem precisar abrir todo o conjunto de portas – situação que ocorre em ocasiões específicas, quando há grande circulação de pessoas no local.

Como os vídeos demonstram, há diferentes formas de incluir as portas automáticas pivotantes em um projeto, mas, antes, é preciso considerar as características do local, principalmente em relação às soluções mais adequadas para melhor utilização do espaço.  

Portas deslizantes

As portas automáticas deslizantes também são equipamentos que funcionam de forma automatizada e regulada por sensores e motores integrados a um sistema central. A diferença é que seu movimento é feito a partir de trilhos, sobre os quais as folhas da porta deslizam. Essa movimentação faz com que as portas deslizantes sejam conhecidas como portas de correr.

Em projetos com grandes vãos, é muito interessante utilizar as portas automáticas deslizantes. Nesses espaços, a automação é fundamental porque, normalmente, as portas que se encaixam nas dimensões da área são muito pesadas, o que dificulta a movimentação manual e aumenta os riscos de acidente.

Com a automação, essa movimentação é feita de forma rápida, fácil e segura. Além disso, espaços com grandes vãos podem ter a porta automática deslizante como recurso que possibilita tanto separar quanto integrar áreas internas e externas. 

No vídeo abaixo, demonstramos como a porta automática deslizante é funcional para área com grande vão. Observe como ocorre a integração entre ambiente interno e externo.

Um ponto importante a se observar é como as folhas podem ser movimentadas pelo sistema da porta automática deslizante. No vídeo anterior, mostramos uma porta instalada com dois motores, permitindo a abertura total do vão à direita e à esquerda. Para viabilizar essa solução de forma segura e eliminar o risco de colisão entre elas foi desenvolvido um circuito eletrônico exclusivo que impede a movimentação das folhas em sentidos opostos.

Outra opção para a porta automática deslizante é movimentar todas as folhas ao mesmo tempo. Veja no próximo vídeo como funciona essa solução e como ela é diferente da anterior.

Projetos arquitetônicos minimalistas são muito favorecidos pelas portas automáticas deslizantes, porque elas permitem a abertura completa de vãos. Nesse caso, é importante que todo o sistema seja pensado de acordo com a estética minimalista, ou seja, preservando as características naturais do ambiente e utilizando sistema de trilho e caixilho imperceptíveis.

Deslizante ou pivotante: qual é a melhor?

Tanto a porta automática pivotante quanto a deslizante entregam funcionalidade, design e tecnologia. A melhor escolha vai depender do projeto, seja por conta da estética prevista, seja por conta das soluções necessárias. 

O que faz toda a diferença na qualidade da entrega é a customização. Quando a porta automática é desenvolvida de forma personalizada, todos os aspectos mais relevantes para o ambiente são considerados, garantindo a entrega de um equipamento exclusivo, funcional e esteticamente compatível com a arquitetura do imóvel.

Antes de escolher o modelo de porta automática para o seu projeto, que tal conversar com os especialistas da VipDoor? Entre em contato com a nossa equipe e esclareça todas as suas dúvidas!

Leave a Reply

Your email address will not be published.